Moçambique

Últimos desenvolvimentos na investigação agrária

Os níveis de capacidade institucional de I&D de Moçambique aumentaram entre 2004 e 2008, sobretudo nas instituições governamentais. Contudo, o desenvolvimento dos dos recursos humanos e formação ainda constituem as maiores necessidades em todas as instituições. Como um grupo, os investigadores em Moçambique são relativamente mais jovens em relação ao de muitos outros países africanos e a proporção do pessoal com nível de pós-graduação é comparativamente inferior. Os investigadores com o nível de bacharelato representavam a metade da capacidade de investigação agrária a nível nacional em 2008. Apesar dos esforços de formação empreendidos pelas instituições e pelos doadores, é imprescindível que se realize mais investimento nesta área para elevar as qualificações académicas e profissionais do pessoal de investigação agrária.
O projecto HEST, que inicia em 2010, contribuirá para a melhoria da capacidade, mas está vocacionado para a C&T em geral e não na C&T agrária em particular. A falta de programas de PhD em ciências agrárias constitui, igualmente, um maior constrangimento para a melhoria dos níveis de qualificação académico-profissionais.
O governo de Moçambique deu passos significativos para apoiar a investigação em C&T, com destaque para a criação do MCT e do IIAM, veículos competitivos de financiamento de investigação, reforma da estrutura do grau universitário e o início do projecto HEST. No entanto, a maior dependência em doadores para o financiamento da investigação torna a I&D vulneráveis ás mudanças inerentes aos processos e prioridades dos doadores. Ademais, as restrições orçamentais e os desembolsos imprevisíveis pelo governo fazem com que a gestão eficaz dos fundos de investigação agrária constitua um desafio para as instituições afins. A taxa da intensidade de investigação agrária em Moçambique, indica que o investimento na I&D agrário continua a ser muito baixa relativamente à sua importância geral e seu contributo para a economia do país.

Author: 
Flaherty, Kathleen
Mazuze, Feliciano
Mahanzule, Rosalina
Published date: 
2010
Publisher: 
International Food Policy Research Institute (IFPRI) and Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM)
PDF file: